Categorias
Sem categoria

Importação de Máquinas Agrícolas

As importações de bens de capital para a agropecuária dispararam no ano de 2021, impulsionadas pelas perspectivas positivas para o setor. Em novembro, as importações de bens de capital para a agricultura aumentaram 82,5% em volume em relação a novembro de 2020, após terem crescido 112,2% em outubro, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), compilados pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV / Ibre). As compras pela indústria de transformação cresceram 2,1%, após alta de 32,7% no mês anterior.

No acumulado do ano até novembro, as importações de máquinas e equipamentos para a agropecuária cresceram 33,7%.

De acordo com Lia Valls Pereira, economista da FGV / Ibre, “Para o setor agrícola as perspectivas são melhores”, afirma. 

Na edição de novembro, o Macro Boletim do Ibre projeta crescimento de 5% em 2022.

Você sabia que possuímos benefícios para importações nesse setor?

Além de ser possível a concessão do regime de ex-tarifários para redução do Imposto de Importação, a importação de máquinas usadas também é permitida e para os dois casos, é necessário que os bens não possuam similar nacional.

Existe um convênio de ICMS específico para implementos agrícolas que reduz a base de cálculo, entre outros benefícios que a nossa equipe irá consultar antes de iniciar seu processo e conseguir viabilizar sua operação.

Consulte os nossos especialistas no CHAT, Whatsapp ou E-mail que encontrará em nosso site:

http://aduanaonline.com.br/

Aduana On-line

Categorias
Sem categoria

Você conhece a modalidade de Frete Marítimo LCL?

A sigla LCL significa: Less-than-Container-Load, ou seja, cargas menores ou inferiores a um contêiner. Essas cargas menores são embarcadas juntas até que preencham todo um contêiner para que possa ser feita a divisão do valor do frete proporcional à sua cubagem ou peso e por importador. Cada importador fica responsável apenas pelas despesas do pedaço do contêiner que sua carga ocupa.

Esse frete CONSOLIDADO se dá através de um agente consolidador, que junta todas as cargas e as organiza dentro de um contêiner que tem as mesmas origens e destinos.

Contêiner sendo carregado

E como funciona quando a mercadoria chega nos Portos Brasileiros?

A carga é desovada em sua totalidade do contêiner e armazenada em armazéns alfandegados, cada importador terá a sua presença de carga separadamente e só então o Despachante Aduaneiro, no caso a Aduana On-line, irá providenciar a nacionalização e liberação da mercadoria junto à Receita Federal.

O frete marítimo LCL tem valores reduzidos se comparados ao frete aéreo, saídas semanais que agilizam o processo de importação e possibilidade do importador trazer a carga fracionada, de acordo com a prontidão da produção pelo seu exportador. Nós possuímos negociações especiais aos nossos clientes que viabilizam o processo como um todo.

Consulte os nossos especialistas no CHAT, Whatsapp ou E-mail que encontrará em nosso site:

http://aduanaonline.com.br/

Aduana On-line

Categorias
Sem categoria

Você conhece o Regime de Drawback?

O drawback, instituído pelo Decreto-Lei nº 37, de 1966, e aperfeiçoado por diversas normas posteriores, é um regime aduaneiro especial que permite a suspensão ou eliminação de tributos incidentes na aquisição de insumos empregados na industrialização de produtos exportados. O mecanismo funciona como um incentivo às exportações brasileiras, pois reduz os custos de produção dos produtos exportáveis, tornando-os mais competitivos no mercado internacional.

Atualmente, existem três modalidades de drawback: suspensão, isenção e restituição de tributos. As duas primeiras são administradas pela Secretaria de Comércio Exterior – Secex, ao passo que a terceira é de competência da Receita Federal do Brasil – RFB.

A modalidade suspensão consiste na suspensão de tributos incidentes sobre a aquisição, no mercado interno ou via importação, de mercadorias para emprego ou consumo na industrialização de produto a ser exportado. Nesta modalidade, que é a mais utilizada no Brasil, a empresa beneficiária assume o compromisso de exportar os bens produzidos a partir dos insumos adquiridos ao amparo do regime, nas condições e prazos definidos na legislação.

Já a modalidade isenção possibilita a isenção ou redução de tributos incidentes na importação ou aquisição doméstica de mercadoria equivalente à empregada ou consumida na industrialização de produto previamente exportado, para reposição de estoques.

O drawback de restituição, por fim, trata da restituição dos tributos pagos na importação de insumo importado e utilizado na produção de bem exportado. Esta modalidade é pouco utilizada, de modo que, atualmente, o regime de drawback compreende basicamente as modalidades suspensão e isenção.Fonte: Receita Federal do Brasil

Legislação: http://www.siscomex.gov.br/informativos/manuais/

Para maiores informações, consulte nossos especialistas em nosso chat ou Whatsapp.

Aduana On-line

Categorias
Sem categoria

Crescimento do E-commerce

E-commerce no Brasil em 2021 totalizou quase 1,6 milhão de lojas online, 22% a mais do que em 2020, quando o comércio digital saltou 40%. Em 2020, os e-commerce com faturamento de até R$ 250 mil ao ano correspondiam a 48,%. Hoje, representam 54% do total. O volume de lojas consideradas de médio porte, que recebe entre 10 mil e 500 mil visitantes por mês, teve um crescimento importante de participação, de 2,5% em 2020 para 10% do total em 2021. No universo dos 20 principais marketplaces do Brasil, 372 mil empresas únicas estão vendendo em algum dos sites e desses, 45% têm presença no marketplace e em site próprio. 83% dos pequenos sites de e-commerce no Brasil recebem até 10 mil visitas mensais; no extremo oposto, 7% são grandes sites, com mais de meio milhão de visitas mensais. Os 10% restantes estão na faixa intermediária: recebem entre 10 mil e meio milhão de visitas por mês e representam o maior crescimento de share em 2021. Mais de 65% das ofertas de produtos nos e-commerce brasileiros custam menos de R$ 100; 16% delas situam-se entre R$ 100,01 e R$ 500; em seguida vem a faixa dos produtos acima de R$ 1 mil, com participação de 12%. Vale notar que a faixa de preços com a menor participação, 6%, é a das ofertas entre R$ 500,01 e R$ 1 mil. (FONTE: BigDataCorp e Paypal).

o que podemos entender como todos esses numeros?

A pandemia do covid-19 acelerou o processo de crescimento do setor e-commerce e é claro que a concorrência entre os lojistas também cresceu muito porém identifiquei que lojistas mais capacitados e mais aberto a novas tendências e a velocidade das mudanças se sobressaem dos demais.

Os lojistas preocupados com o crescimento aceitam mais as mudanças e rapidamente se adaptam, desde modo o crescimento continua constante enquanto lojistas mais conservadores acabam perdendo espaço e muitos encerram suas atividades em poucos meses mesmo dentro desse modelo de negocio tão sagaz como o e-commerce.

A nova onda do mundo digital trouxe uma serie de novas tecnologias, formas de encantar os clientes com seus produtos e principalmente com a qualidade do atendimento. Novas ferramentas de marketing auxiliam no encantamento, fidelização do cliente, na venda conjunta e complementar entre outros.

De tudo que já falamos de nada adianta se o lojista e-commerce não consegue fornecedores confiáveis, logística eficiente e é nesse ponto que entra a importação. Não vamos aprofundar esse assunto nessa publicação.

A Base de dados coletada com as vendas nos e-commerce nunca foi tão valiosa e não é a toa que os market place estão restringindo o acesso aos dados do cliente após o envio da mercadoria. Saber quem comprou, quais são os hábitos, interesses, idade entre outras informações faz com que você detenha um poder nunca antes imaginado. Diversos aplicativos e IA conseguem prever os passos de seu clientes e quais produtos ele pretende consumir nos próximos meses, basta o lojista antecipar esse passo e trabalhar no marketing direcionado.

Espero ter ampliado horizontes!

Forte Abraço e pra cima!

Categorias
Sem categoria

Minha Mercadoria chegou mas já ultrapassei o limite do RADAR. E agora?

Categorias
Sem categoria

Crescimento Viracopos

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), receberá um investimento R$ 9,5 bilhões. A empresa que administra o local desde 2012, Aeroportos Brasil Viracopos, anunciou que as melhorias ocorrerão durante o contrato de concessão, que tem validade de 30 anos. As informações foram divulgadas nesta terça-feira, 3, pela SAC (Secretaria de Aviação Civil).

A expectativa é que, até o final do contrato, Viracopos possa ter capacidade para receber mais de 80 milhões de passageiros por ano e se tornar um dos maiores e mais modernos aeroportos da América Latina.

As melhorias já podem ser notadas. Desde o dia 29 de novembro do ano passado, o novo terminal de passageiros (T1) começou a operar voos comerciais regulares para o exterior, que passou de três voos semanais para os 38 atuais.

Até 31 de dezembro de 2014, 51.960 passageiros foram transportados em voos internacionais, um aumento de 1.500% se comparado com 2013, quando 3.240 pessoas fizeram viagens ao exterior.

Conforme pesquisa de satisfação desenvolvida pela Secretaria de Aviação Civil e divulgada na última semana de janeiro, os passageiros classificaram Viracopos como o melhor aeroporto do Brasil, entre os 15 mais movimentados do país.

A expansão do Aeroporto Internacional de Viracopos prevê hotéis, shopping center e centro de convenções.

No primeiro ciclo de investimentos, atualmente em curso, já foram construídos, entre outras melhorias, um novo terminal de passageiros, 28 pontes de embarque e três pátios de aeronaves.

O atual terminal de passageiros foi revitalizado para garantir mais conforto, segurança e comodidade aos usuários. Melhorias nas aéreas externas também foram implantadas, como a construção de uma passarela coberta e de guaritas elevadas de vigilância nos estacionamentos.

Os investimentos ainda preveem melhorias para o transporte de cargas.

Fonte: Agência CNT de Notícias

Categorias
Sem categoria

O que causa o rastro dos Aviões?

GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo Os rastros dos aviões são nuvens artificiais visíveis formadas pela condensação do vapor d’água saído dos motores dos aviões. Elas se formam porque no nível de voo do avião existem gotículas de água resfriadas (-50ºC) em suspensão, e o calor das turbinas que alcança mais de 300ºC, assim quando se chocam na atmosfera, condensam as mesmas formando vapor d’água.